Como reduzir os custos com fotografia dos seus clientes

Tudo indica que a atual conjuntura econômica não está fácil para ninguém. Nosso país vem enfrentando uma das maiores crises econômicas da história, e diversos setores estão sendo atingidos. É o caso de quem trabalha com comunicação e publicidade, que vêm buscando formas de reduzir os custos de seus clientes, principalmente com fotografia.

Enxugar as despesas desnecessárias está sendo o grande desafio para fazer seu negócio continuar lucrando. É durante as crises que corta-se custos operacionais, quanto mais enxuta você deixar sua estrutura, melhor será para você, seu cliente e futuros clientes.

Para isso, o primeiro passo é se reunir com os gestores da empresa e avaliar todos os custos existentes, para ter a noção exata de receita e despesa do seu negócio. Só a partir disso que você terá condições e diminuir seus gastos. Confira agora algumas dicas de como reduzir os custos com fotografia dos seus clientes.

Como reduzir os custos com fotografia dos seus clientes

Equipamentos

Todo fotógrafo precisa ter seu equipamento básico para exercer seu trabalho, que consiste em uma boa câmera fotográfica, lentes variadas e alguns acessórios, como luminárias, extensões e pendrives.

As lentes fotográficas são indispensáveis e, infelizmente, possuem um valor muito alto. Para não ter que arcar com esse custo e repassá-lo ao cliente, pode ser uma boa ideia pesquisas sobre locação dessas lentes, mas o fotógrafo deve investir em pelo menos na câmera e na lente principal.

Outra ideia que pode ser interessante é investir em um celular de alta resolução, como um iphone. Os últimos modelos de iphones possuem qualidades tão boas quanto uma câmera DSLR, sem falar do custo e benefício e sem contar a manutenção.

Os iphones são bem mais em conta que DSLR,  uma troca de tela iphone custa bem menos que um reparo em uma DSLR, por exemplo.

Banco de Imagens

Banco de imagens é uma boa solução principalmente para quem tem aqueles clientes que não querem gastar com serviços extras e acham que foto é bobagem.

Se você presta algum serviço de comunicação visual para seu cliente, onde precisa estar sempre atualizando o banco de imagens para postagem em redes sociais e comunicação offline, pesquisar sobre sites que oferecem banco de dados gratuitos pode ser uma boa.

O lado ruim é que, por ser gratuito, diversos outros profissionais podem usar a mesma foto que você, mas tudo depende do olhar do profissional para usar aquela imagem de um jeito diferente.

Mas criar seu próprio banco de imagens também pode ser um ótimo investimento. Dessa forma, você não precisará se preocupar com direitos autorais e nem  gastar seu tempo fazendo novas fotografias.

Fotos mais rentáveis

Quem trabalha com fotografia sempre busca trabalhar com um público ou nicho específico, como eventos, gestantes, casamento, pets, entre outros.

Quando esse profissional está elaborando seu plano de negócio, é interessante ele pensar muito bem com qual público quer trabalhar, definindo qual é o público e nicho mais interessante e que poderá despertar seu interesse.

O importante é escolher um ramo dentro da fotografia que dê para receber mais sem ter obstáculos que limitam sua atuação. Para isso é importante que você sair da zona de conforto e desenvolver suas ideias. Aproveite essas sugestões para conquistar mais clientes investindo pouco!

Leave a Reply